administração

Franchising - O que é e como funciona?


Do que se trata o Franchising?


Franchising

O Franchising é uma estratégia em administração que utiliza um sistema de parceria na qual, uma empresa franqueadora (detentora da marca) cede ao franqueado (o autorizado a explorá-la) o direito de uso sobre sua patente, know-how e distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos e serviços. Podemos dizer, que o franchising se trata de um processo de permissão generalizada, um sistema onde permite a união e integração entre a parte franqueadora e toda a rede franqueada, tendo por objetivo a melhora do atendimento posto ao consumidor. De forma resumida, trata-se de uma estratégia que consiste em replicar um conceito de negócio (de sucesso) já existente.


O Franchising B2C (business to consumer) que conhecemos hoje, surgiu em 1951, nos Estados Unidos, onde a fabricante de máquinas de costuras Singer Sewing decidiu conceder licenças para comerciantes independentes interessados na revenda de seus produtos. Em 1898, a General Motors utilizou-se do sistema para expandir a rede de pontos de venda de veículos produzidos pela companhia, era o início das chamadas concessionárias. Logo em seguida, em 1899, a Coca-Cola criou a primeira franquia de produção de que se tem notícia, concedendo licenças para empresários que estavam interessados em comercializar seus refrigerantes. Já no Brasil, o franchising teve início a partir da década de 60.

Como funciona e quais são as características do franchising?


Funcionamento do Franchising

É importante saber que o franqueador não fornece apenas o direito de comercialização de produtos e de concessão de uso sobre a marca, como também compartilha o know-how de como o negócio funciona. Isso ocorre por que ele cede ao franqueado o direito de uso de tecnologia e também de seus sistemas (tudo o que era detido pelo franqueador). Já o franqueado assume todos os custos de montagem e operação da sua unidade, remunerando (sob forma de royalties) a franqueadora pelo uso da sua marca, treinamentos e assistência. É importante lembrar que ambas as empresas (franqueada e franqueadora) são independentes, ou seja, possuem autonomia empresarial, tanto jurídica quanto financeira.

No sistema de franchising, o franqueado possui independência econômica e jurídica, porém, ele não tem nenhuma participação na empresa franqueadora. É importante ressaltar, que o franqueado também não possui nenhuma subordinação trabalhista ou empregatícia para com o franqueador, já que ele constitui uma sociedade empresária para efetuar as operações da franquia. Por meio dessa sociedade, o franqueado explora a marca, comercializa os produtos e/ou serviços e recebe assistência contínua do franqueador. O franqueador ainda deve assegurar ao franqueado exclusividade em um determinado território de atuação (opção que vai de acordo com as cláusulas do contrato).

Dessa forma, entendemos que o franchising é um método de distribuição e comercialização que permite uma empresa ofertar em larga escala seus produtos e serviços que possuem boa aceitação no mercado. O franchising também é um sistema de autonomia relativa, ou seja, mesmo enquanto atuam como pessoas físicas e juridicamente distintas, tanto franqueador quanto franqueado respondem pelos seus atos na rede de franquias. No entanto, na comercialização ambos contam com regras e obrigações claras e exclusivas que cada um deve seguir. É importante ressaltarmos também, que é obrigatória a apresentação de uma circular de franquia por parte do franqueador, indicando as condições do negócio.

Tipos de Franquias no Franchising


Consideram-se quatro tipos de franquias existentes:

1. Franquia do produto: Um dos tipos mais populares de franquia. Consiste na produção e/ou comercialização de bens que são produzidos pelo próprio franqueador, ou por terceiros fabricantes, licenciados e supervisionados pelo franqueador. Esse é o modelo mais compatível com o formato business franchising, no qual o franqueador cede ao franqueado a marca e um conjunto de direitos incorpóreos, para este operar sob sua supervisão.

2. Franquia de serviços: O franqueador treina o franqueado na prestação de serviços de assistência técnica dos seus produtos, fornecendo garantia e peças originais de reposição do seu produto. Nesse modelo o franqueado presta um serviço, seja ele através de uma marca ou um nome comercial licenciados pelo franqueador. Esse modelo de franquia possui sua base nas diretrizes fornecidas pelo franqueador.

3. Franquia industrial: Esse tipo de franquia é referente à fabricação dos produtos. O franqueador, no intuito de descentralizar a produção, cede os detalhes do processo e a tecnologia necessária à um terceiro franqueado. De forma resumida, o franqueado fabrica, ele próprio, o produto a ser comercializado. Tudo isso ocorre, sob uma marca ou nome comercial, segundo as indicações propostas pelo franqueador.

4. Franquia de distribuição: Referem-se à venda de mercadoria adquiridas de terceiros. Os bens são produzidos por terceiros fornecedores, escolhidos pelo franqueador, que dispõe de um sistema central de compras complementado por centrais de distribuição em seus pontos de venda. Em seguida, esses produtos são distribuídos aos franqueados. Nesse tipo de franquia o franqueado se beneficia de assistência técnica e comercial.

Vantagens e desvantagens do Franchising


O franchising é um sistema que demonstra plena evolução e desenvolvimento. Pode-se dizer que atualmente é um dos mais promissores sistema de negócios do mundo, que possui diversas vantagens tanto para os que cedem os direitos de exploração, quanto para os franqueados. Só em 2014, o franchising no Brasil cresceu 7,7%, e alcançou um faturamento de R$127 bilhões. Entre as vantagens podemos citar três que consideramos as principais: a possibilidade de usar uma marca já conhecida, o diferencial pela utilização de produtos que já possuem aceitação do público e o suporte contínuo do franqueador em diversos aspectos (transferência de know-how, manuais, especificações, etc.).

Porém, como todo negócio (sendo ele lucrativo ou não), o sistema de franchising também possui seus pontos negativos. Com relação à essas desvantagens nós elencamos alguns aspectos que valem a pena considerarmos, como por exemplo: a pouca flexibilidade do negócio e do controle sobre as operações, a baixa autonomia do franqueado em relação ao negócio (por exemplo: a escolha do ponto comercial depende da aprovação do franqueador. Esse é um dos pontos relacionado a pouca autonomia no negócio de franquias) e também as altas taxas pagas pelo franqueado ao franqueador (que se trata de um dos pontos negativos mais criticados pelos franqueados). Esses são os principais pontos negativos do sistema.

Conclusão - Franchising


Muitos ainda possuem receios em relação ao mercado de franquias, boa parte devido à autonomia parcial que o negócio propõe, formando um dilema que envolve autonomia x menor risco. Entretanto, percebemos que com o passar do tempo, a competitividade dos mercados torna-se cada vez mais rigorosa, e para aqueles que não possuem tanta segurança em abrir um negócio do zero, precisando planejar tudo, a opção por franquias talvez seja a melhor oportunidade de se dar bem no mercado. É apropriado dizer, que o franchising é o berço do empreendedorismo, pois oferece ao investidor ótimas chances de resultados potencializados pela própria natureza do negócio.


Com isso, percebe-se que apesar da evidente autonomia parcial do negócio ser um ponto bastante negativo, é válido pensar que o mercado de franquias vem demonstrando ser uma ótima opção para os empreendedores que desejam ter um pouco mais de segurança nas suas ações e ao mesmo tempo boas projeções de retorno financeiro. Atualmente nós temos o que poderia ser considerado um "boom" do ramo de franquias, diversos novos empreendedores optam pelo mercado de franquias, devido a estabilidade do sistema e de outros aspectos relevantes. Por isso, pra quem não gosta de correr tantos risco, o franchising pode ser uma opção atraente e ao mesmo tempo rentável.

-----

Assinatura equipe de redação
Nós também estamos no Twitter e no Google+!

portal administração feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COLUNAS
RECOMENDAMOS
REDES SOCIAIS
-------------------------------------------------
Receba Nossas Atualizações
PARCEIROS