administração

O que é administração para resultados?


O conceito de administração para resultados


administração para resultados

Já faz algum tempo que as organizações vêm se conscientizando de que existe uma necessidade de mudança nos modelos de gestão. Essa necessidade parte do princípio de que as organizações atuais precisam se "ajustar" à era do conhecimento e a globalização. Em relação as empresas privadas, a motivação para tal mudança consiste, principalmente, na sobrevivência e na competitividade do mercado, que demonstra ser cada vez mais agressivo e "globalizado". Já no caso das organizações públicas, a motivação existe para promover uma melhoria na qualidade dos serviços públicos prestados aos cidadãos.

No geral, podemos dizer que a administração para resultados se trata de uma ferramenta administrativa que, através de sua metodologia, alinha o planejamento, a avaliação e o controle, favorecendo a tradução dos objetivos e o gerencialismo responsáavel. Ela também promove uma maior eficiência e eficácia na organização (seja ela pública ou privada). O seu foco se encontra na efetividade e na flexibilização dos processos, ajudando a combater o costume arraigado de normas e procedimentos (vide à burocracia), assim como, promovendo mais eficiência, eficácia e accountability (responsabilidade) na administração pública e privada. 

Fundamentos da Administração para resultados


A administração por resultados caracteriza-se, basicamente, pela tradução de objetivos em resultados concretos, ou seja, possui a finalidade de promover uma melhoria clara dos processos e contribuir de forma significativa para a tomada de decisão. Normalmente, a gestão por resultados é considerada uma parte fundamental da administração estratégica, uma vez que constitui o fluxo necessário para alcançar os resultados da empresa (metas e objetivos). 

Sabe-se que a gestão por resultados é desenvolvida por meio de um ciclo que começa com a definição dos resultados desejados (a partir dos objetivos), seguido do monitoramento e da avaliação do desempenho dos colaboradores e da organização em si. A partir dessa análise ocorre a retroalimentação do sistema de gestão, que permite ações corretivas em decorrência da análise previamente feita.

Podemos dizer, que esse modelo de administração ajuda de forma qualitativa a organização a determinar sua estratégia de negócios, implementando e administrando o processo de mudança de forma alinhada com a direção que a empresa deseja tomar. Ele também melhora de forma contínua o desempenho das atividades que estão em andamento. Para isso, a administração para resultados faz uso de determinados fundamentos, os quais podemos citar: a definição de indicadores de desempenho, combate à burocracia, maior autonomia dos gestores, contratualização e avaliação dos resultados, accountability, adoção de mecanismos de mensuração e adoção de medidas de incentivo ao desempenho.

Mensuração de desempenho na administração para resultados


Níveis de qualidade (administração para resultados)Essa é a parte essencial de um modelo de administração para resultados. É a geração de uma medida sintética que leva a entender qual foi o desempenho de uma pessoa, equipe, ou organização. É um processo de busca, obtenção e divulgação de informações sobre fatores críticos para uma organização, levando em conta a utilização de indicadores qualitativos e quantitativos e sinalizando o alcance dos objetivos pretendidos.

Na essência, os indicadores são utilizados para operacionalizar o modelo ou permitir a avaliação do alcance das metas propostas, ou seja, eles viabilizam a tradução dos objetivos em medidas apreensíveis para avaliação dos resultados. Para isso existem um conjunto de propriedades que a escolha dos indicadores deve observar, como por exemplo: a relevância social, validade, sensibilidade, especificidade, cobertura, confiabilidade, periodicidade, historicidade (comparabilidade), inteligibilidade (transparência do método), factibilidade (custos razoáveis). Os indicadores de resultados são a base da memória de uma empresa, uma vez que auxiliam na gestão do trabalho diário feito pelos colaboradores, devendo estar sempre bem ligados aos objetivos e visão da organização, servindo de apoio para a identificação de causas e efeitos de uma ação, e não somente para seus resultados.

Entre as características existentes para a criação de bons indicadores, podemos citar a comparabilidade (que permite a comparação temporal-espacial), a disponibilidade da informação (já que os dados devem ser acessíveis e confiáveis), a quantificabilidade (tradução do desempenho em números) e a simplicidade (pois devem ser de fácil compreensão e aplicação). Também podemos perceber que os indicadores, assim como a administração para resultados prescrevem um aumento da flexibilidade e da autonomia dos gestores sobre os meios, processos e recursos, estabelecendo um controle do tipo a posteriori (conhecimento alcançado através da experiência).

Concluindo


É importante ressaltarmos, que a administração para resultados trabalha visando, sobretudo, os modelos de excelência em gestão, e por isso ela avalia e interage com os seis E's do desempenho, que possuem duas dimensões no total: a dimensão do resultado e a dimensão do esforço. Na primeira nós temos os E's da eficiência (meios), da eficácia (fins) e da efetividade (impacto). Já na segunda dimensão, encontram-se a economicidade, a execução e a excelência na prestação do serviço. 

Pode-se entender que a ênfase em resultados é colocar os fins (eficácia) acima dos meios (eficiência), ou talvez que se trate somente de superar obstáculos processuais para garantir o alcance dos objetivos da empresa, porém, um sistema de administração orientado para resultados é focado, principalmente, no cliente (em seu bem-estar e satisfação), através da flexibilização dos processos e do aumento da celeridade dos mesmos.

Esse modelo segue conceitos que podemos chamar de "novos paradigmas", no qual fazem parte a descentralização, a autonomia, o uso de estruturas enxutas, o empowerment, a gestão participativa e a liderança (podendo ela ser transformacional ou transacional). Sendo assim, percebemos que a administração para resultados proporciona uma referência para a eficácia dos serviços, na qual a informação sobre o desempenho é usada para melhorar a tomada de decisão, incluindo ferramentas como o planejamento estratégico, a gestão de riscos, o monitoramento e a avaliação de resultados, sempre com a finalidade de prover um serviço rápido e de qualidade para o cidadão/cliente.

Até a próxima pessoal!

-----

Nós também estamos no Twitter e no Google+!

portal administração feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COLUNAS
RECOMENDAMOS
REDES SOCIAIS
-------------------------------------------------
Receba Nossas Atualizações
PARCEIROS