administração

Como fazer uma Análise SWOT pessoal


Saiba como fazer uma Análise SWOT pessoal


Análise SWOT pessoal

Existe um processo eficaz que diversas empresas utilizam para entender melhor a si mesmas, à concorrência e a formular suas estratégias. Esse processo se chama análise SWOT. Entretanto, essa ferramenta não serve apenas para o mundo dos negócios, mas ela também pode ser útil para quem está procurando emprego, para quem quer subir na carreira, ou até mesmo para conhecer suas próprias forças e fraquezas. Aqui vamos explicar como este processo funciona e uma vez que você já tenha definido os seus objetivos e aspirações profissionais, o próximo passo é entender mais sobre você mesmo e o ambiente que o cerca. É justamente aí que entra a análise SWOT, que significa:

> S – Strengths (pontos fortes) - interior;
> W – Weakneses (pontos fracos) – interior;
> O – Opportunities (oportunidades) – ambiente externo;
> T – Threats (ameaças) – ambiente externo.

De forma simplificada, esta é uma ferramenta que captura informações sobre seus pontos fortes e fracos, assim como oportunidades e ameaças (que sua carreira, ou ambição pessoal possa ter pela frente). Um ponto fundamental para fazer uma análise SWOT bem sucedida é tratar a sua carreira como um negócio, e tratar você mesmo como um produto. Para isso, é preciso que você coloque na matriz a resposta para cada um dos quesitos colocados abaixo, depois é preciso analisar cada uma delas de maneira precisa, a fim de identificar suas forças e fraqueza, assim como traçar estratégias de melhorias para ambas.

S - Strenths (pontos fortes): Para ajudá-lo a entender os seus pontos fortes, imagine-se como um produto a ser ofertado no mercado. Um ponto forte pessoal é uma vantagem sua como produto que pode ser usada como uma forma de diferenciá-lo dos demais quando estiver fazendo entrevistas ou tentando ser promovido. Exemplos de pontos fortes: Boas habilidades de gestão, capacidade de melhorar processos, experiência e treinamento para falar para grandes públicos, habilidades comprovadas de vendas.

W - Weaknesses (pontos fracos): De forma análoga, um ponto fraco pessoal é uma desvantagem ou uma possibilidade de crescimento. É aquela característica que você poderia melhorar para aumentar as oportunidades de emprego ou de promoções. Nesse caso, você poderia se perguntar os tipos de atividades que você não gosta, seus comportamentos que podem lhe prejudicar, ou suas dificuldades técnicas. Exemplos de fraquezas: desorganização, desconforto ao falar em público, tendência à procrastinação, ser um mau ouvinte.

O - Opportunities (oportunidades): São as circunstâncias que somadas as forças pessoais, podem ser proveitosas para atingir um objetivo. Após finalizar os dois primeiros pontos, você precisa focar nas oportunidades se baseando nas suas forças e fraquezas, ou seja, como ambas podem nos ajudar a descobrir oportunidades no mercado, ou na empresa em que atuamos? Uma maneira muito utilizada é se perguntar de que forma você pode aproveitar suas forças para alcançar seus objetivos e quais oportunidades você percebe agora.

T - Threats (ameaças): É sempre mais fácil começar pelas ameaças. Tente comparar-se com pessoas com quem você provavelmente competiria por um emprego ou uma promoção. Posteriormente, da forma mais objetiva possível, julgue as ameaças e determine formas  possíveis de superá-las, como por exemplo: outros candidatos têm diploma de curso superior (frequentar uma faculdade à noite e termina a graduação); colega de trabalho "x" é muito melhor em apresentações em grupo (ter aulas de oratória); um concorrente tem especialização na sua área (procurar se especializar também).

O propósito da análise SWOT pessoal é identificar ações que você possa tomar para melhor atender os requisitos do emprego ou promoção que esteja buscando. Comparar pontos fortes e fracos com os requisitos, irá identificar lacunas e ajudá-lo a ser o melhor candidato possível para a posição pela qual você aspira. Uma dica valiosa é usar também a ferramenta 5W2H de forma a complementar e ajudá-lo a montar um plano de ação para suas fraquezas. Dessa forma, você pode utilizar a análise SWOT para analisar seus principais pontos pessoais, um mapa mental para organizar as ideias e o 5W2H para aplicar os planos de ação.

Ao longo da sua carreira, sempre utilize a análise SWOT pessoal todas as vezes que se candidate a uma vaga de emprego. Realizar a análise pode lhe ajudar a garantir que esteja preparado para a entrevista e deixá-lo pronto para responder perguntas difíceis (como “descreva seu maior ponto fraco”). Seguir este procedimento também pode lhe permitir antecipar áreas que podem vir a ser problemáticas na entrevista. Portanto, se você precisar de uma ajuda na sua procura por emprego, ou para conseguir aquela deseja promoção, tente usar a análise SWOT pessoal para aprimorar seus pontos fortes, melhorar seus pontos fracos, identificar oportunidades para crescimento e neutralizar ou superar as ameaças.

Até a próxima pessoal!

-----

Nós também estamos no Twitter e no Google+!

portal administração feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COLUNAS
RECOMENDAMOS
REDES SOCIAIS
-------------------------------------------------
Receba Nossas Atualizações
PARCEIROS