administração

Os dez piores tipos de chefes corporativos


Descubra os piores tipos de chefes e como lidar com eles!


Os Piores tipos de chefes

Falando a verdade, não é raro encontrar pessoas que odeiam seus chefes. Um dos maiores receios dos que estão entrando no mercado de trabalho é o de encarar um chefe ruim e para aqueles que já trabalham com um desse, é o de passar ainda mais tempo sob a supervisão dele. Geralmente, você pensa que o seu chefe foi feito por encomenda para lhe atormentar, mas não se preocupe, pois você não está sozinho, todos já passaram, ou ainda vão passar por alguma situação negativa com o chefe. Como sabemos, ter líderes que de vez em quando "acordam com o pé esquerdo" e descontam nos funcionários é normal. Entretanto, existem certos tipos de chefes que mais prejudicam a sua carreira, do que ajudam. Confira abaixo a lista que fizemos e veja se você se identifica com algum:

O chefe autoritário: 

Esse é bastante comum por aí. A filosofia dele é: "manda quem pode e obedece quem tem juízo". Ele diz que está aberto a ouvir opiniões, mas no final, ele quer que você faça tudo do jeito dele. O melhor é evitar confrontá-lo durante seus surtos, tentando passar suas ideias e preocupações quando as situações forem mais amenas. Sempre se municie de opiniões bem fundamentadas.

O chefe acusador: 

Aquele, que quando surge um problema, ao invés de assumir a responsabilidade como parte da equipe, começa a apontar e dizer quem são os culpados. Muitas vezes acaba acusando uma pessoa que não teve nenhum envolvimento com o problema em questão. É sempre bom ter em mãos relatórios e arquivos sobre as suas atividades, de preferência diárias (mesmo que não sejam exigências). Nunca se sabe quando se farão necessários. Se precaver sempre.

O chefe que odeia o sexo oposto:

Esse soa um pouco engraçado, mas não é. É aquele tipo que sempre acaba por favorecer pessoas do mesmo sexo, possui um complexo de machismo/feminismo e sempre prejudica os que não são do mesmo time. Não adianta tomar uma atitude radical (talvez essa ideia tenha passado pela sua cabeça), é preferível demonstrar o seu valor como profissional e destacar que não importa se você é homem ou mulher, o importante mesmo é a qualidade do seu trabalho.

Chefe Estressado O chefe "amigo":

"Trabalho é trabalho, birita é birita!". Essa expressão é famosa, porém muitos tendem a esquecer. Apesar de aparentemente agradável, muita proximidade com o chefe pode ser prejudicial e para evitar dissabores, é melhor sempre demarcar bem a linha entre relação profissional e pessoal. Evite demasiados "happy hours", especialmente se forem na "casa do chefe".

O chefe controlador:

Ele monitora todo e qualquer movimento que você vá fazer. Controla o horário que você chega, que vai embora, que gasta no almoço e até o tempo que fica no banheiro (número 2 nem pensar). Simplesmente não dê corda pra esse tipo. "Quando um não quer, dois não brigam", não é mesmo?

O chefe escondido:

Normalmente assume o cargo por contatos ou imposição, mas não tem real interesse no negócio. Gosta muito de delegar, sair pra resolver os "problemas" e geralmente só volta no final do expediente. Faça o seu, uma hora a casa cai pra esse tipo.


O chefe Seletivo:

Esse chefe irá definir quais são os seus favoritos no escritório e será legal somente com eles. Isso significa que mesmo fazendo um ótimo trabalho, se você não estiver incluso em sua lista, pode esquecer o devido reconhecimento. Por isso, sempre dê o seu melhor e tente se destacar ainda mais do que os outros. Você pode até tentar bajular, mas dificilmente dará certo.


O chefe pessimista:

Tem sempre a visão mais negativa das coisas e as piores perspectivas sobre o que pode acontecer. Normalmente o pessimismo atrapalha a sua capacidade de decisão e prefere esperar uma solução do que arriscar numa escolha e encarar as consequências. O ideal é tentar mostrar o melhor caminho e auxiliar no processo de escolha, tendo por base dados e fatores bem fundamentados.


O chefe Sabe tudo:

Ao contrário do anterior, esse tipo tem demasiada confiança, pois ele sabe tudo, realmente, "sabe" tudo. Sempre com um sorriso largo, nunca tem dúvidas e raramente se engana. Apesar de ser competente, a prepotência serve somente para esconder a sua insegurança. Quer sempre agregar a maioria das funções, o que acaba desmotivando a equipe. A única solução é tentar o diálogo, ser participativo ao máximo e  ir tentando se impor, a medida que o relacionamento se desenvolve.

O chefe bipolar: 

É aquele que, em um dia é amigo de todo mundo, compreensivo, amável e no outro, vira um pequeno monstro. Você nunca sabe como ele estará no dia seguinte e por causa disso fica difícil saber como agir no escritório. O melhor é evitar confrontos desnecessários e não fazer nenhum tipo de brincadeira antes de descobrir com que humor ele acordou. Bom, caso você não se enquadre em nenhum dos casos, considere-se um sortudo, realmente é muito difícil não ter tido nenhum desses tipos de chefe. Até a próxima, e continuem ligados em nosso site, o seu portal da administração!

-----

Nós também estamos no Twitter e Google+!

portal administração feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COLUNAS
RECOMENDAMOS
REDES SOCIAIS
-------------------------------------------------
Receba Nossas Atualizações
PARCEIROS